policia federal Delegados repudiam interferência na Polícia Federal

Delegados repudiam interferência na Polícia Federal

A associação de delegados da polícia federal repudiou em nota a interferências políticas que a instituição vem sofrendo desde 2019

Em nota oficial, a associação diz ser totalmente contra a influencia da classe política.

Desde o pedido de demissão do então ex-ministro da justiço Sérgio Moro a Polícia Federal vem sofrendo diversas interferências em suas investigações. A Polícia federal, desde os escândalos de governos anteriores vem trabalhando em diversas investigações, principalmente nos crimes ligados a corrupção.

Os delegados da policia federal afirmaram em comunicado“Episódios como o de hoje ocorreram em diversas oportunidades, desde 2019, e inúmeras vezes durante pelo menos os últimos três governos. E pode voltar a ocorrer nos próximos meses ou futuros governos.”

As especulações em relação a troca do comando da PF poderá afetar a credibilidade, criar instabilidade e colocar em risco os trabalhos realizado pela polícia nos tempos atuais.

Vale ressaltar que, a PF teve 3 diretores gerais substituídos nos últimos 3 anos. A mudança da chefia provoca instabilidade, atrapalha o andamento de inquéritos, cria diversas especulações e diminuem a credibilidade da policia federal, disseram os delegados.

À Rádio CBN, presidente da Associação da Polícia Federal, Edvandir Paiva disse que espera que o novo gestor respeite as investigações em andamento e não deixe ocorrer nenhum tipo de interferência política. “E nós estaremos atentos a nos manifestar se algo sair do normal, do que é esperado por uma instituição tão respeitada como a Polícia Federal”, avisou.

Nota de repudio da policia federal sobre as atitudes dos politicos do Brasil
O presidente da ADPF, Edvandir Paiva

Os delegados reiteram que é necessário a independência da instituição. Em nota divulgada eles pedem que os governantes tenham mais consciência sobre o assunto.

” (…) Esperamos que os parlamentares e as autoridades responsáveis aprovem as propostas no Congresso Nacional que estabelecem mandato ao Diretor Geral da Polícia Federal e autonomia ao órgão. Somente tais medidas irão proteger a PF de turbulências e garantir a continuidade do trabalho de qualidade prestado ao Brasil.

Fonte: Associação dos delegados da Polícia Federal

Compartilhe

Inscreva-se para ganhar até 65% de descontos em produtos da Amazon