Russian Air Force MiG 31 inflight Pichugin Caças russos interceptaram bombardeiros B-52 da US Air Force

Caças russos interceptaram bombardeiros B-52 da US Air Force

Segundo o ministério da defesa russo a interceptação aconteceu em area neutra. Não houve invasão de espaço aéreo

(Redação, OMA) -- No dia de hoje (19) o distrito militar do leste da Rússia reportou em nota que sua força aérea interceptou 2 bombardeiros B-52 dos Estados Unidos.

A interceptação ocorreu sobre o mar de Okhotsk, próximo ao Japão, considerado como espaço aéreo neutro, não houve infração ou tentativa de invasão do espaço aéreo.

Diz a nota -- “As forças de serviço de defesa aérea do leste do Ministério da Defesa detectaram e tomaram sob vigilância dois bombardeiros B-52H da Força Aérea dos EUA que estavam sobre as águas neutras do mar de Okhotsk.

interceptados caças russos militar bombardeiros
Mar de Okhotsk, onde ocorreu a interceptação

A uma distância considerável da fronteira da Federação Russa, as aeronaves da USAIRF foram continuamente acompanhadas e monitoradas por meios de controle russos.

Para interceptar alvos utilizamos os caças Su-30, Su-35 e MiG-31 do Distrito Militar do leste. Não houve violação da fronteira da Federação Russa.

Os voos das aeronaves russas foram realizados em estrita conformidade com as regras internacionais para o uso do espaço aéreo em águas neutras, sem violar as fronteiras de outros estados.” -- finaliza o comunicado

A missão dos Bombardeiros B-52

B 52H ABRAM 96 97 Caças russos interceptaram bombardeiros B-52 da US Air Force
Rastreio do dois B-52 procedente do Alaska um dia antes da interceptação. Fonte: @aircraftspots

O usuário do Twitter @AircraftSpots rastrearam os dois B-52Hs ontem, 18 de junho, quando voaram da Base da Força Aérea Eielson, no Alasca, através do Mar de Bering e no Pacífico Norte.

Eielson não é notavelmente uma base de bombardeiros. Porém, um trio de B-52H da Base da Força Aérea de Barksdale, na Louisiana chegou à base no Alasca em 14 de junho, como parte de um curto prazo para execução de uma “Força-Tarefa” de Bombardeiros.

Veja também

O ataque secreto dos B-52 que foi comparado a missão de Doolitlle

b-52 ataque Iraque

Conheça a a incrível história do ataque dos B-52 ao Iraque a partir do território dos EUA, inicio da operação Desert Storm que derrotou Sadam Hussein

Como tal, esse voo em particular não apenas destacou a capacidade dos bombardeiros de projetar energia longe das fronteiras da América enquanto operavam em bases dentro do país, mas também destacou como eles podem se preparar primeiro em outras bases mais próximas da área de operação pretendida, como necessário.

O bombardeiro B-52 foi construído durante a Guerra Fria, mas atualmente a atualização das aeronaves fornece recursos digitais do século XXI que dão ao bombardeiro a agilidade e flexibilidade necessárias para o campo de batalha moderno. A USAIR não pretende aposenta-los nesta década.

fonte: Ministry of Defence of the Russian Federation

Flávio Romeu Picinini Junior
Flávio Romeu Picinini Junior

Piloto de avião, cursando Administração de Empresas. Peguei a paixão pela leitura e resolvi colocar em formas de artigos. Gosto de pesquisar, entrar a fundo em qualquer tipo de tema e entender as questões e fatos do dia a dia.

Continua após publicidade.
Compartilhe

Inscreva-se para ganhar até 65% de descontos em produtos da Amazon