Marcos POntes

Com 94% de eficácia, vacina contra Coronavírus é testada no Brasil, diz ministro Marcos Pontes.

Cientistas brasileiros desenvolveram vacina que teria 94% da eficácia no combate à covid-19. O Ministro Marcos Pontes complementou dizendo que o remédio apresenta menos efeitos colaterais que a cloroquina.

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, afirmou que o medicamento desenvolvido por cientistas brasileiros tem formulação pediátrica e preços baixos nas farmácias. No entanto, não foi revelado qual o tipo de vacina porque ainda não há um laudo conclusivo. Brasil poderá entrar seleto grupo que procura a vacina para o novo Coronavírus.


OVNI foi filmado no Rio de Janeiro, suposto disco voador teria caído próximo a Magé

China aumenta sua potencia militar e constrói vários navios de guerra


“O que se pode adiantar é que o fármaco tem baixo custo, ampla distribuição no território nacional e sua administração não está relacionada a efeitos colaterais graves e que pode ser usado por pessoas de diversos perfis inclusive em formulações pediátricas”, completou.

“Para garantir a continuidade dos testes clínicos, e por questões de segurança, o nome do medicamento selecionado será mantido em sigilo até que os resultados dos testes clínicos demonstrem a sua eficácia em pacientes”, informou o ministério.

Uma das linhas de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Comunicações e Inovações (MCTIC) no combate ao Covid-19 está relacionada à BCG. A vacina é aplicada logo no nascimento para prevenir formas graves de tuberculose em crianças.

Entretanto alguns dados recentes têm demonstrado que países que mantem o uso da BCG apresentaram menores proporções de Covid-19 em comparação com países que suspenderam o uso da BCG universal como por exemplo os EUA, a Espanha e a Itália.

Diante destes dados, levantou-se a hipótese na comunidade científica da vacina BCG atenuar os efeitos da Covid-19. Para confirmar essa suposição o MCTIC repassou uma verba de R$600 mil a um grupo de cientistas que vão testar o uso da BCG como prevenção de Covid-19 inicialmente em profissionais de saúde.

Laboratório de Pesquisa Rede Vírus Com 94% de eficácia, vacina contra Coronavírus é testada no Brasil, diz ministro Marcos Pontes.
Laboratório de pesquisas do Ministério da Ciência e tecnologia presidido por Marcos Pontes. Testes contra o Coronavírus demonstram 94% de eficácia. Créditos: Na imagem

O ministro/astronauta, Marcos Pontes, destacou que os reagentes usados no remédio são produzidos no Brasil, o que “não nos deixa dependentes de outros países”“Isso nos permite realizar testes diagnósticos com maior amplitude e que as pessoas com os primeiros sintomas possam ir ao médico, receber a receita, ir até a farmácia e após ficar em casa”, disse Pontes.

“Imaginando que tudo isso funcione, pois nós estamos entrando nos testes clínicos, vamos ter um medicamento, testes e a vacina, essa mais para frente. Esperamos no meio de maio ter uma ferramenta efetiva para combater essa pandemia no Brasil”, disse o Ministro e Astronauta.Publicidade

O secretário de Políticas para Formação e Ações Estratégicas (Sefae/MCTIC) Marcelo Morales, ressalta que ainda é cedo para determinar a relação entre a BCG e o menor número de casos do coronavírus. ”O estudo vai avaliar. Por enquanto é apenas uma hipótese. Só depois de concluído os trabalhos é que teremos dados suficientes para avaliar se a vacina BCG exerce algum tipo de proteção contra a Covid-19”, afirma.

Combate o coronavírus e produz poucos efeitos colaterais, diz o ministro da ciência e tecnologia de Bolsonaro.

Através de analises preliminares, a aplicação do remédio não teria efeitos colaterais para os pacientes — muito diferente da cloroquina e hidroxicloroquina, substâncias defendida pelo presidente Jair Bolsonaro e que também estão sendo estudadas no combate ao coronavírus.

Com uso de alta tecnologia como biologia molecular e estrutura e supercomputadores os pesquisadores identificaram seis moléculas promissoras que seguiram para teste in vitro com células infectadas com a covid-19. Desses seis remédios pesquisados, os cientistas descobriram que dois reduziram significativamente a replicação viral em células. O remédio mais promissor apresentou 94% de eficácia em ensaios com as células infectadas.

Aposta do ministro Marcos Pontes é a ciência

Em vários momentos do seu pronunciamento, o ministro Pontes afirmou que a solução para o Brasil sair da crise da pandemia de coronavírus é apostar na ciência.

Compartilhe

Inscreva-se para ganhar até 65% de descontos em produtos da Amazon