Outono começa nesta quarta-feira, 20 de março.

Publicidade

O El Niño ainda deverá ter fraca influência em todo o país. O Outono começa às 18h58 do dia 20 de março e termina em 21 de junho, às 12h54.

O Equinócio de Outono , também conhecido como o início do outono, marca a chegada desta estação climática em alguns países. Durante esta estação climática a temperatura começa a cair, indicando a chegada do inverno. É, portanto, tradicionalmente reconhecido como uma época de mudança. O início desta estação climática varia de data dependendo do hemisfério. O início do outono é marcado pelo equinócio de outono. Isso ocorre cerca de 23 de Setembro, no hemisfério norte. Durante estes dias, o sol atinge o seu ponto mais alto em relação a um ponto de observação sobre o equador da terra. Deve-se notar que as estações climáticas ocorrem apenas em áreas mais ao norte e ao sul dos respectivos hemisférios.

O outono é a estação mais emblemática do ano, trazendo consigo características próprias, marcadas principalmente pelo caráter de transição entre o verão e o inverno. É uma época de misturas e também de transformações.

Publicidade

QUAL O MOTIVO DE HORÁRIO E DATA?

A definição do dia e do horário para início de uma estação faz parte da astronomia. Esta data e este horário representam o momento em que a luz solar ilumina de maneira igual – no caso equinócio – ou de maneira diferente – no caso solstício – os dois hemisférios. No caso desta quarta-feira vamos ter tanto hemisfério Sul quanto hemisfério Norte a mesma quantidade de luz solar. Fato que será para nós do hemisfério Sul, equinócio de outono.

Com isso, uma curiosidade é que a quarta-feira terá a mesma quantidade de horas de dia e de noite. Gradativamente, já a partir de quinta-feira, as noites começam a se tornam mais longas.

Equinócio

Veja, abaixo, a previsão para o Outono em cada região do Brasil:

Publicidade

Norte

O verão foi bastante chuvoso na região, principalmente no centro-norte e oeste do Amazonas, parte norte do Pará e sul do Amapá. No outono, de acordo com o Inmet, as chuvas continuarão entre os índices normais e acima da média. A exceção será a pequena parte que abrange o sul de Roraima, noroeste do Pará e nordeste do Amazônia, onde as chuvas deverão ficar abaixo da média.

Nordeste

Nos primeiros meses do ano, Ceará, Rio Grande do Norte, parte da Paraíba e norte do Maranhão apresentaram chuvas acima da média. A população sofreu com alagamentos e outros transtornos – em algumas capitais, como São Luís, Fortaleza e João Pessoa, foram registrados índices acima de 100 e 200 mm. O Inmet prevê que, no outono, chuvas com índices normais e abaixo da média em parte da região. A diminuição da temperatura das águas próximas à costa deve reduzir os períodos chuvosos.

Centro-Oeste

Publicidade

No verão, as chuvas foram mais frequentes na região. A previsão para o outono é que os índices ocorram dentro da normalidade a ligeiramente acima da média. “A partir do mês de maio começa o período seco na parte central. As temperaturas deverão ficar acima da média em toda região, principalmente no leste de Mato Grosso e Goiás. Não se descarta a possibilidade da ocorrência das primeiras geadas e friagens sobre o Mato Grosso do Sul e sul de Goiás”, informa o instituto.

Sudeste

O verão apresentou uma quantidade de chuva significativa, com transtornos em São Paulo e no Rio de Janeiro. Para o outono, a previsão indica que os índices devem ficar entre a média normal e ligeiramente acima. As massas de ar frio devem ser registradas com maior frequência a partir de maio, mas as temperaturas devem ficar acima do normal.

Sul

O verão apresentou irregularidade na quantidade de chuvas: o Paraná teve estiagem, enquanto em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul os índices ficaram acima da média.

Publicidade

Para o outono, as chuvas devem ficar acima da média em toda a região, principalmente na parte oeste. Um aquecimento da área oceânica próxima à costa da Argentina e mais acentuada no sudeste do Brasil favorece as condições de instabilidade atmosférica e, por isso, chance de chuva.

Além disso, o fenômeno El Niño deve agir a região com fraca intensidade, aumentando as temperaturas. Isso não impede que comecem a surgir as geadas comuns nas serras.

Curiosidades sobre o outono

Publicidade

Por conta da inclinação do eixo de rotação terrestre, a incidência dos raios solares é mais branda. Isso dá uma impressão de o sol estar “menos quente”, permitindo que façamos piqueniques e caminhadas de forma muito mais confortável.

O Outono também é conhecido por ser uma época de seca. As chuvas intensas e recorrentes do verão já foram embora e há uma diminuição da umidade do ar. E, justamente por esse motivo, o número de casos de problemas respiratórios aumentam bastante nessa época.

O começo e o fim do outono são bem distintos entre si. O início é mais quente e com períodos diurnos um pouco maiores. Já em 21 de junho, quando a estação se despede, as noites são mais longas e as temperaturas são mais baixas.

Publicidade

Comentários
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial